Jogadores do Flu recebem visita de ídolo campeão do mundo

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 25 de março de 2011 as 12:43, por: cdb
Altair Gomes de Figueiredo, de 71 anos, esteve na sede do Fluminense

Em meio ao bom astral quer tomou conta do Fluminense após a vitória sobre o América do México pela Taça libertadores da América, Altair Gomes de Figueiredo, de 71 anos, esteve na sede do Fluminense. Craque eterno, ele matou a saudade do gramado e conheceu alguns ídolos do presente, como Diguinho, Conca e Gum. Vestindo a camisa com o escudo de Campeão Brasileiro 2010, o niteroiense lembrou de sua época de jogador.

– Era tudo muito diferente. Quase não tinha grama, nos campos daquela época. Era um matinho ralo, fraquinho. Hoje, está bonito. Gosto muito disso aqui –, afirmou o ex-atleta.

Na lateral-esquerda do Tricolor, apesar de ser zagueiro de origem, disputou 551 jogos e fez dois gols, entre 1955 e 1971. Altair conquistou o Campeonato Carioca três vezes, em 1959, 1964 e 1969, além do Torneio Rio-SP de 1957 e 1960 e da Taça Guanabara (1966 e 1969).

Com a Seleção Brasileira, foi campeão da Copa do Mundo de 1962, no Chile. Ele também autou fora dos campos, como treinador interino. No título do Carioca de 1995, como auxiliar técnico, Altair festejou a barrigada de Renato Gaúcho. Veja a galeria de fotos do treino desta quinta, que contou com a presença do ídolo.

A Fifa, em seu site oficial, destacou a vitória do Fluminense sobre o América (MEX), pela Copa Libertadores. O órgão máximo do futebol classificou a partida como o renascimento do guerreiro Deco:

– Em uma demonstração particular de superação, Deco, afastado do time há dois meses, foi o grande responsável pelo renascimento do Flu ao dar uma assistência e marcar um gol a três minutos do fim do duelo, assegurando a vitória da equipe das Laranjeiras.