Jobim admite criar o voto impresso

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 6 de agosto de 2001 as 21:21, por: cdb

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Nelson Jobim, admitiu mudar a legislação e permitir o uso do voto impresso – e não apenas eletrônico – nas próximas eleições. O eleitor, segundo planos do STE, teria um comprovante impresso pela máquina, de que as suas opções foram respeitadas. “Esse é um direito legítimo dos eleitores”, afirmou Jobin, nesta segunda-feira, em palestra realizada na sede do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), em Brasília.

Após os protestos de Leonel Brizola, presidente do PDT, e do senador Roberto Requião, o TSE empenhou-se na busca de soluções para a questão. Para que a novidade seja válida nas próximas eleições, o Congresso deverá aprovar uma lei prevendo a impressão do voto.