João Paulo II pede aos fiéis que rezem pelos mortos

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 2 de novembro de 2003 as 23:42, por: cdb

O papa João Paulo II voltou a recordar neste domingo que é um dever dos católicos rezar pelos mortos, pois muitos deles ainda são almas do purgatório.

Em sua tradicional mensagem antes da missa dominical do Ângelus e no Dia de Finados, o pontífice apresentou novos sinais de sua debilidade, ainda que tenha conseguido ler um breve texto e ter improvisado algumas palavras ao final em polonês.

O papa iniciou seu discurso com energia, mas à medida que ia avançando na leitura, palavras eram entrecortadas e seu tom de voz foi diminuindo, com pausas cada vez maiores. Ao final, as mais de 10 mil pessoas reunidas na Praça de São Pedro aplaudiram-no com muita emoção.

A introdução ao Ângelus de hoje foi uma continuidade das reflexões do papa feitas na véspera sobre a morte e a eternidade, aconselhando as pessoas a visitarem cemitérios e orarem pelos mortos. “A Igreja tem exortado a rezar pelos mortos e ver o mistério da morte não como a última palavra sobre a sorte humana mas como a passagem até a vida eterna.”