João Hélio: menor acusado de participar do crime se diz inocente

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 9 de março de 2007 as 19:28, por: cdb

Terminou na tarde desta sexta-feira o depoimento do menor suspeito de participar do assalto em que o menino João Hélio foi morto. O adolescente disse que é inocente e botou a culpa em Carlos Eduardo – seu irmão – e em Diego. O menor incriminou também Thiago, dizendo que ele estava acostumado a fazer o ‘bonde’ – levar o grupo até o local onde será praticado o crime. Segundo o menor, Carlos Roberto não estava acostumado a participar de ‘bonde’. Essa seria a primeira vez dele.

Na tarde desta sexta, também começou o segundo dia de depoimentos do caso João Hélio Vieites – morto no dia 7 de fevereiro. A audiência acontece na 1ª Vara Criminal de Madureira, no subúrbio do Rio. É nesta fase que as testemunhas de acusação apresentam suas versões para o crime.

Entre as testemunhas arroladas pelos advogados de acusação estão quatro PMs e o menor de 16 anos, suspeito de ter participado do crime. O menor foi ouvido apenas como testemunha, pois será julgado na Vara da Infância e da Juventude.

A audiência está sendo presidida pela juíza Angélica dos Santos Costa, que mantém a sala da audiência trancada a chave e um policial militar na porta para que ninguém entre sem autorização. Os quatro maiores, Carlos Eduardo Toledo Lima, Diego Nascimento da Silva, Carlos Roberto da Silva e Thiago de Abreu Mattos, também estão presentes na audiência.