Jenifer diz que dinheiro do seqüestro iria para os pobres

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 5 de setembro de 2001 as 16:35, por: cdb

Luciana dos Santos Souza, que tornou-se nacionalmente conhecida pelo nome de Jenifer – a acompanhante de Fernando Dutra Pinto durante o sequestro da filha de Silvio Santos, Patricia Abravanel -, deu uma entrevista coletiva à imprensa nesta manhã, em Salvador, pouco antes de iniciar seu depoimento na polícia. Luciana, bastante nervosa e atrapalhada ao receber uma avalanche de perguntas ao mesmo tempo, causou espanto ao declarar: ela e Fernando pretendiam gastar o dinheiro recebido pelo resgate de Patricia na distribuição de cestas básicas e outras contribuições para os pobres.

Luciana disse saber que esta declaração seria inútil: ninguém ia acreditar nem sua pena seria diminuída por isso. Mas garantiu que a intenção já existia enquanto Patricia estava no cativeiro. A viagem para Bom Jesus da Lapa, na Bahia – onde Luciana se entregou e onde fez orações acompanhada pelo delegado local – aconteceu por medo da polícia paulista. Luciana diz que não pretendia continuar fugindo, queria mesmo se entregar. Afirmando que sua sorte está agora entregue à Justiça e em primeiro lugar a Deus, Luciana fez questão de inocentar a amiga Tatiana – que não teria participado do sequestro, segundo ela.