Japão decide adiar envio de tropas ao Iraque

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 13 de novembro de 2003 as 10:14, por: cdb

O governo do Japão disse que vai adiar o envio de tropas que se juntariam às forças de coalizão lideradas pelos Estados Unidos no Iraque.

A decisão de adiar o envio de soldados para o ano que vem foi tomada por causa da “crescente deterioração na situação de segurança” do país.

O anúncio ocorreu um dia após um atentado com um caminhão-bomba que matou pelo menos 27 pessoas em uma base da polícia militar italiana na cidade de Nasiriya, no sul do Iraque.

Inicialmente, o governo japonês pretendia enviar seus soldados até o fim deste ano.

Políticos de oposição haviam criticado a decisão do governo do primeiro-ministro japonês, Junichiro Koizumi, de enviar tropas ao Iraque.

Atentado

Segundo eles, o envolvimento do Japão no Iraque poderia levar o país a ser alvo de atentados.

O atentado em Nasiriya foi o mais violento já realizado no Iraque contra forças não-americanas.

Temores de que novos ataques possam ser realizados contra tropas em Nasiriya também levaram um contingente de soldados de Portugal a ir para Basra, cidade tida como mais segura, em vez de Nasiriya.

Em outro desdobramento, o governo dos Estados Unidos anunciou que outro soldado americano foi morto em um ataque a bomba numa estrada em Bagdá.