Itália confirma retirada de tropas do Iraque

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 7 de junho de 2006 as 08:04, por: cdb

O ministro das Relações Exteriores da Itália, Massimo d’Alema, confirmou, nesta quarta-feira, em Bagdá que até o final do ano seu país não terá mais militares no Iraque.

– A presença militar italiana no Iraque terminará antes do final deste ano – declarou d’Alema durante uma entrevista coletiva ao lado do colega iraquiano, Hoshyar Zebari.

O chanceler italiano iniciou uma visita ao Iraque, onde um contingente de Roma está mobilizado desde junho de 2003 por decisão do ex-premier Silvio Berlusconi, aliado incondicional do presidente americano George W. Bush.

O contingente italiano, posicionado no sul do Iraque, está integrado por 2.700 soldados. Em três anos, 31 militares italianos morreram na guerra, que tem a oposição, desde o início, da maior parta da opinião pública italiana.

– A missão militar italiana está terminando e durante os próximos meses nossas forças retornarão para a Itália – acrescentou d’Alema, que também destacou o desejo do governo de Romano Prodi de prosseguir a cooperação com Iraque a nível político e econômico.