Isralenses libertam Barghouti após breve detenção

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 7 de janeiro de 2005 as 16:25, por: cdb

O ex-líder comunista e candidato à presidência da Autoridade Palestina, Mustafá Barghouti, foi libertado pelas autoridades isralenses depois de ser brevemente detido nesta sexta-feira de manhã, enquanto fazia campanha eleitoral na Mesquita de Al-Aqsa, em Jerusalém oriental.

Os israelenses alegaram que Barghouti havia quebrado um acordo de não fazer campanha na mesquista, mas membros do comitê eleitoral do candidato negaram que tal acordo existisse.

– Barghouti já voltou a fazer campanha eleitoral em cidades da Cijordânia assim que foi libertado pelos israelenses – informou o cooordenardor do comitê eleitoral dele, Khaled Saifi.
Barghouti está em segundo lugar nas pesquisas de intenção de voto. Bem atrás do líder nas pesquisas, o ex-premiê Mahmoud Abbas, cuja vitória é considerada praticamente certa pelos analistas nas eleições do próximo domingo.

Prisões

Esta é a segunda vez nesta semana em que Barghouti é detido por autoridades israelenses.

O candidato costuma se recusar a fazer acordos ou entrar em entendimentos com as autoridade israelenses para fazer sua campanha.

Analistas dizem que os confrontos de Barghouti com as autoridades israelenses podem ter impacto positivo em seu desempenho eleitoral.

Abbas, líder da principal facção política palestina, o Fatah, vem liderando as pesquisas eleitorais.
Tanto ele quanto Barghouti são vistos como relativamente moderados, e ambos usaram a campanha para criticar aspectos da atual Intifada palestina, que já dura quatro anos.