Israel só negociará com primeiro-ministro da Palestina

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 11 de março de 2003 as 15:56, por: cdb

Israel não negociará a paz com os palestinos a menos que o presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Yasser Arafat, transfira ao primeiro-ministro, Abu Mazen, as atribuições para pactuar com os israelenses e o controle da segurança.

Esta foi a posição apresentada nesta terça-feira, pelo ministro das Relações Exteriores israelense, Silvan Shalom, ao secretário de Estado americano, Colin Powell, em uma conversa telefônica na qual também trataram sobre a possível guerra com o Iraque, informou a rádio israelense.

De acordo com as atribuições estabelecidas pelo parlamento palestino, cabem ao presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Yasser Arafat, os poderes relacionado à negociação exterior e segurança.

Fontes palestinas disseram que as atribuições do primeiro-ministro se limitam à escolha do gabinete ministerial e a segurança interna, sendo que nesse tópico a última palavra será de Arafat.

O presidente palestino pedirá nas próximas 48 horas ao novo primeiro-ministro da ANP, Abu Mazen, que forme o Governo, num prazo de três semanas, anunciou o assessor de Arafat, Nabil Abu Rudaina.

Fontes do Parlamento palestino informaram que uma vez que Abu Mazen forme o novo Governo, sua composição terá que ser aprovada pelos deputados.