Israel pretende retirar exército só quando Abbas assumir controle

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 11 de janeiro de 2005 as 08:35, por: cdb

O ministro da Defesa de Israel, Shaul Mofaz, afirmou nesta terça-feira que o exército só vai se retirar dos territórios autônomos palestinos se o presidente eleito, Mahmoud Abbas (Abu Mazen), assumir o controle efetivo da segurança com seus próprios meios.

O jornal Maariv informa que o exército israelense, que mantém cercadas as cidades da Cisjordânia há mais de dois anos, vai se retirar primeiramente de Ramala, onde fica a sede da Autoridade Nacional Palestina (ANP), 16 quilômetros ao norte de Jerusalém.

O premier israelense, Ariel Sharon, segundo fontes do governo, tem intenção de falar com o sucessor de Yasser Arafat para felicitá-lo por sua vitória eleitoral, no domingo passado, e a fim de marcar uma reunião bilateral.

Abbas, ex-primeiro-ministro em 2003 de Yasser Arafat, e Sharon se reuniram em diversas ocasiões para negociar com base no plano de paz do Quarteto de Madri, o chamado Mapa de Caminho, que continua sendo a principal proposta para a paz entre palestinos e israelenses.