Israel mata palestino suspeito de planejar ataque suicida

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 28 de dezembro de 2001 as 20:08, por: cdb

O Exército israelense confirmou que matou um palestino na Faixa de Gaza, suspeito de planejar um ataque suicida. Segundo informações das forças armadas, o homem levava um rifle, um foguete antitanques e um cinto contendo explosivos.

O grupo palestino Jihad Islâmica afirmou que o homem era um de seus integrantes e foi morto depois de tentar fazer uma emboscada contra soldados israelenses em uma estrada. Esta seria a primeira ação da Jihad Islâmica desde que o grupo declarou que iria parar com atentados suicidas, na semana passada. A Autoridade Palestina não comentou o incidente.

O governo de Israel também anunciou que levantou parcialmente o bloqueio que impunha à cidade de Belém, na Cisjordânia, pelo resto das festividades natalinas. As tropas serão mantidas na área e o governo israelense afirmou que não vai permitir que o líder palestino Yasser Arafat compareça às cerimônias da igreja cristã ortodoxa no dia 6 de janeiro se não prender os assassinos do ex-ministro do Turismo israelense Rehavam Zeevi.

Segundo o prefeito de Belém, Hanna Nasser, o bloqueio à cidade continua e todas as entradas que levam a ela ainda estão fechadas. Segundo ele, os soldados que ficam nestas entradas estão discriminando as pessoas que tentam chegar à cidade. Eles estariam perguntando se elas são cristãs ou muçulmanas e estariam deixando passar apenas os cristãos.