Israel deve cessar ataques contra palestinos

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 19 de novembro de 2003 as 01:10, por: cdb

Israel não lançará operações ofensivas contra os palestinos se estes detiverem seus ataques e atentados, prometeu na noite da última terça-feira um alto responsável israelense. O anúncio foi feito durante a visita à Itália do primeiro-ministro de Israel, Ariel Sharon.

– Não lançaremos operações (ofensivas), exceto para desarticular um atentado a ponto de ser cometido – declarou à imprensa o responsável, que pediu para não ser identificado.

– Não pensamos que um cessar-fogo seja a solução, mas se houver uma calma verdadeira (do lado palestino), Israel dará mostras de moderação – afirmou.

– Neste caso, deteremos os golpes preventivos – disse o funcionário, em clara referência a execução de ativistas palestinos.

O funcionário destacou que Israel não se contentará apenas com uma trégua deste tipo e exigirá ‘o desmantelamento e desarmamento dos grupos armados’ palestinos, conforme o estipulado no ‘Mapa da Paz’, o plano internacional de paz promovido por Estados Unidos, União Européia, Rússia e ONU.

– Sem este desarmamento, Israel não reconhecerá o Estado palestino, que deste modo não nascerá – advertiu o alto responsável citando o ‘Mapa da Paz’, que prevê a criação de um Estado palestino até 2005.

O funcionário israelense confirmou um possível encontro entre Sharon e seu homólogo palestino, Ahmed Qorei, na próxima semana.