Israel apreende armas que seriam da Autoridade Palestina

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 4 de janeiro de 2002 as 17:51, por: cdb

O governo de Israel interceptou um navio que estaria carregando 50 toneladas de armas destinadas à Autoridade Palestina. O navio foi interceptado no Mar Vermelho, ao sul de Israel, de acordo com informações da mídia israelense.

Os palestinos não fizeram nenhum pronunciamento sobre o assunto. O incidente aconteceu no mesmo dia em que o enviado especial dos Estados Unidos para negociar a paz no Oriente Médio, Anthony Zinni, se encontrou com líderes israelenses e palestinos.

O primeiro-ministro israelense, Ariel Sharon, disse a Zinni que os palestinos estão constantemente tentando contrabandear armas para os territórios controlados por eles, de acordo com a rádio israelense. Um comandante israelense, Shaul Mofaz, disse que soldados tinham abordado o navio a 500 quilômetros do porto israelense de Eilat, na quinta-feira, numa operação que ele descreveu como “ousada e complexa”.

Ele disse que o navio Karine A pertencia à Autoridade Nacional Palestina e estava carregado com mísseis de longo alcance e artilharia anti-tanques. Zinni se encontrou depois com o líder palestino Yasser Arafat na cidade de Ramallah, na Cisjordânia. O líder palestino, confinado em Ramallah desde o começo de dezembro, quando Israel proibiu que ele deixasse a cidade, disse a jornalistas que ele continua comprometido com o processo de paz.