Irritado com pênalti marcado, Zico diz que arbitragem ‘é um desastre’

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 21 de junho de 2003 as 09:05, por: cdb

O técnico do Japão, o brasileiro Zico, criticou com dureza a arbitragem na Copa das Confederações, depois de sua equipe ser derrotada pela França por 2-1, em jogo do grupo A, devido a um pênalti polêmico.

– Estou muito irritado com o árbitro. Sei que a França joga em casa, mas esse pênalti foi um presente. Essas faltas nunca são apitadas, senão haveria vários pênaltis por partida – afirmou Zico.

O técnico brasileiro se referiu assim ao pênalti marcado pelo juiz australiano Mark Shield contra o Japão aos 41 minutos do primeiro tempo, quando Inamoto agarrou Boumsong num escanteio. Pires cobrou e abriu o placar para a França.

– Esse tipo de pênalti só pode ser apitado contra o Japão, que não é um grande país de futebol, por um juiz australiano, que também não vem de um grande país de futebol – afirmou.

“Quanto à arbitragem, esta Copa das Confederações é um desastre”, acrescentou o ex-craque do Flamengo.

Zico disse que o Japão mereceu melhor sorte no jogo e afirmou que seu homens “foram melhores na maior parte da partida”.

– Não estou nada contente com este resultado que desafia a lógica. Tivemos muitas chances de gol, muitas a mais do que França, que marcou dois gols em duas chances – afirmou.

“Estou contente é com a minha equipe, que se mostrou muito coletiva e que está no ponto física e psicologicamente”, disse Zico.