Iraquianos inauguram escultura que substitui a antiga estátua de Saddam

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 30 de maio de 2003 as 18:26, por: cdb

Um grupo de artistas iraquianos inaugurou a escultura que substitui a antiga estátua de Saddam Hussein, derrubada por tropas americanas e iraquianos no centro de Bagdá no dia em que o ex-presidente perdeu o controle sobre a capital.

A nova escultura mede sete metros de altura e simboliza uma família iraquiana segurando uma lua crescente e um sol.

A escultura foi erguida na praça Fardus por um grupo chamado Najin, formado por pessoas que resistiam ao regime de Saddam Hussein.

A praça fica em frente ao Hotel Palestine, que serviu de base para jornalistas estrangeiros durante o conflito no Iraque.

Sociedade iraquiana

Um dos integrantes do grupo disse à TV curda que a escultura representa a sociedade iraquiana, com a lua crescente simbolizando o Islã e o sol representando a civilização suméria do Iraque.

“Essas duas civilizações pediram paz, amor e liberdade”, disse ele.

O grupo disse que a escultura é apenas um terço da obra que eles planejaram para a praça Fardus. Os outros dois terços vão cobrir toda a área.

Eles disseram que a obra foi atrasada por razões financeiras.

O autor da peça, Basim Hamad, está otimista sobre o futuro do povo iraquiano.

– O que vemos hoje em nosso país podem ser os primeiros sinais de liberdade. O que fica é a história que vamos construir juntos com o grupo Najin no centro de tudo – disse ele.