Iraque tem armas de destruição em massa, dizem EUA

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 10 de janeiro de 2003 as 13:52, por: cdb

O governo dos Estados Unidos disse que está convencido de que o Iraque possui armas de destruição em massa e afirmou que não mudou sua posição em relação ao país.

O porta-voz da Casa Branca, Ari Fleischer, disse que os iraquianos ainda se recusam a cooperar ativamente com os inspetores da ONU (Organização das Nações Unidas).

As afirmações foram feitas depois que o chefe dos inspetores que estão trabalhando no país, Hans Blix, comunicou que até agora não foram encontrados sinais de que existam armas de destruição de massa no Iraque.

Apesar disso, Blix fez críticas ao governo de Saddam Hussein, dizendo que seria preciso um apoio mais ativo do país nas inspeções.

“Dia D”

As autoridades americanas deram várias declarações comentando o resumo feito por Blix à ONU na quinta-feira.

O governo americano diz que as armas não foram encontradas ainda porque estão escondidas, e não porque não existem.

“Se a comunidade internacional vê que o Iraque não está cooperando de uma forma que permita estabelecer a verdade dos fatos, isso significa uma violação da resolução da ONU”, disse o secretário de Estado, Colin Powell.

Powell afirmou também que o dia 27, quando Blix deverá entregar seu relatório final sobre as inspeções, será um “Dia D” para a tomada de decisões em relação ao que deverá ser feito.

Apesar desas declarações, segundo o correspondente da BBC em Washington, Justin Webb, o governo americano está menos ansioso em chegar logo a uma definição sobre a crise.

O país estaria mostrando crescente disposição em seguir a velocidade imposta pelo processo do Conselho de Segurança da ONU.

Ao menos em parte, o aumento da paciência americana se deve ao tempo que está levando a montagem e o envio da estrutura militar para o cenário onde poderá ocorrer a guerra.