Iraque pede o fim do embargo já que cumpriu suas obrigações

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 8 de março de 2003 as 13:07, por: cdb

O Iraque disse neste sábado que cumpriu suas obrigações de desarmamento, e pediu que o Conselho de Segurança da ONU acabe como embargo imposto ao país em 1990.

O pedido foi feito após reunião do Governo encabeçada pelo presidente Saddam Hussein, horas depois de os chefes dos inspetores da ONU, Hans Blix e Mohamed El Baradei, apresentarem ao Conselho de Segurança seu relatório sobre o desarmamento do país árabe.

“É preciso suspender totalmente o embargo, pois o Iraque cumpriu as resoluções internacionais e todo o mundo descobriu os objetivos dos EUA”, afirma comunicado oficial divulgado após a reunião.

A mensagem exige que o Conselho de Segurança denuncie as “mentiras” dos EUA e do Reino Unido, elimine o suposto arsenal israelense de armas de destruição em massa e obrigue o Estado judeu a sair dos territórios árabes ocupados.

No relatório apresentado na última sexta-feira ao Conselho de Segurança, Blix disse que precisaria de mais tempo para concluir seu trabalho de inspeção no Iraque e qualificou a destruição de mísseis Al Samud II como a primeira medida “substancial” de desarmamento tomada por Bagdá desde meados da década de 1990.

A imprensa iraquiana considerou “positivo” o relatório dos chefes dos inspetores, e pediu ao Conselho de Segurança que rejeite o “sujo projeto de resolução” que dá ao regime iraquiano um ultimato para se desarmar até o dia 17 deste mês se quiser evitar a guerra.