Iranianos são açoitados por consumo de bebidas alcóolicas

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 14 de agosto de 2001 as 19:32, por: cdb

– Quatorze jovens, suas costas desnudas, foram açoitados em público hoje, condenados pelo consumo de bebidas alcoólicas. Com esta punição, aumenta para 20 o número de pessoas que sofreram o mesmo tipo de pena nos últimos quatro dias. Os 14 jovens foram levados num microônibus da polícia para a praça Vali-e-Asr, no centro de Teerã, onde receberam 80 chicotadas cada, nas costas e ombros. Mais de 1.000 pessoas assistiram o castigo.

Uma autoridade leu o nome de cada um dos 14 homens antes de soldados executarem a sentença. “Isso é uma forma incivilizada de combater vícios sociais. É muito cruel. Tal punição só cria ódio público”, disse o diretor de cinema Roya Pouya, 30 anos, que assistiu o açoitamento.

Ali Monzavi, 24 anos, recebeu as chicotadas por ter tomado um copo de bebida alcoólica. Com os ombros e costas inchados e em sangue, ele disse, depois, que a punição era injusta. “Eu bebi um copo de álcool numa casa particular. Não perturbei ninguém ou causei desrespeito público… Eles me humilharam. Se queriam me corrigir, o resultado foi o oposto. Agora, meu coração está cheio de ódio”, disse Monzavi.

Entretanto, nem todos concordaram.

Hasan Bahadori, que assistiu o açoitamento, disse que a punição era uma lição para que outros não cometam tais pecados. “Eles não teriam sido punidos se não tivessem violado a lei. Então, eles mereceram”, afirmou. Açoitamento público tem se tornado raro no Irã nos últimos anos, mas aumentou dramaticamente nas semanas recentes, com dezenas de pessoas tendo sido chicoteadas em Teerã por terem bebido álcool, assediado mulheres e praticado sexo ilegal.

O Irã impõe uma rígida interpretação do Islã, que proíbe o consumo de bebidas alcoólicas e limita a interação entre homens e mulheres não aparentados.