Iranianas se manifestam para exigir igualdade

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 8 de março de 2003 as 17:34, por: cdb

Centenas de mulheres iranianas marcaram o Dia Internacional da Mulher com exigências por igualdade social e política em relação aos homens, na primeira manifestação deste tipo no Irã desde a revolução islâmica em 1979.

“Como podemos celebrar este dia quando nossas mulheres não são autorizadas a escolher seus maridos ou a pedir divórcio e ganham apenas metade em relação aos homens?”, disse Noushin Ahmadi, organizadora do protesto, arrancando aplausos das companheiras em um parque central de Teerã.

A manifestação foi acompanhada por forte presença policial, com um destaque: os 400 policiais eram todos mulheres, pertencentes ao primeiro grupo feminino oficial formado desde 1979. A organização do evento ficou por conta do Women’s Cultural Center, uma ONG que luta pelos direitos da mulheres do Irã.

Porta-vozes disseram que a passeata “protestava contra a discriminação das mulheres”. A ativista Zohreh Arzani lamentou o fracasso do Irã em ratificar a Convenção pela Eliminação de Todas as Formas de Discriminação Contra as Mulheres.