Irã quer aumentar idade mínima para a sentença de morte

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 29 de setembro de 2003 as 00:04, por: cdb

O Poder Judiciário do Irã redigiu um projeto de lei que deve aumentar a idade mínima para as sentenças de morte de 15 para 18 anos, informaram jornais do país neste domingo.

A lei proposta, que será enviada em breve ao Parlamento, também exclui os menores de 18 anos de receberem punições como a prisão perpétua e chicotadas, disse o secretário do Conselho Supremo para Desenvolvimento Judicial, Alireza Jamshidi.

– A nova lei obedece às leis da Sharia e aos modernos desenvolvimentos judiciais – afirmou Jamshidi, segundo o jornal Yas-e No.