Irã nunca vai desistir de tecnologia nuclear, diz Khatami

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 9 de fevereiro de 2005 as 16:52, por: cdb

Nenhum governo iraniano, atual ou futuro, vai desistir da tecnologia nuclear para fins pacíficos, inclusive o enriquecimento de urânio, informou o presidente do país, Mohammad Khatami, nesta quarta-feira.

Em um discurso contundente a embaixadores, em Teerã, Khatami também alertou que o Irã poderá adotar uma “nova política” que pode ter “consequências fortes” se as conversas com a União Européia sobre programa nuclear não prosperarem.

“Damos nossa garantia de que não produziremos armas nucleares, pois somos contra elas e não acreditamos que são fontes de poder. Mas não desistiremos da tecnologia nuclear para fins pacíficos”, afirmou Khatami.

“Nem o meu governo, nem qualquer outro poderia ser responsável pela nação e se comprometer a suspender essa tecnologia”, acrescentou.

O Irã nega as acusações norte-americanas de que estaria desenvolvendo armas nucleares encobertas pelo programa de energia atômica.

Teerã suspendeu os trabalhos nucleares, assim como o enriquecimento de urânio, enquanto negocia com a União Européia, que está oferecendo acordos comerciais e outros incentivos se o Irã acabar com as atividades nucleares que possam se transformar em armas um dia.

Mas Khatami, repercutindo os recentes comentários de outras autoridades iranianas, afirmou que o Irã nunca pararia de enriquecer urânio — material que pode ser usado como combustível de armas — e indicou que a paciência do Irã com a União Européia está se acabando.

“Consideramos o enriquecimento do urânio nosso direito e nunca desistiremos dele. Suspendemos apenas temporariamente para mostrar nossa boa vontade”, afirmou.

“Eu enfatizei muito claramente que, apesar da nossa paciência, se sentirmos que os outros não estão honrando suas promessas, sob nenhuma circunstância continuaremos cumprindo as nossas”, concluiu.

Khatami não explicou qual poderia ser a nova política.