Irã nega visto a jornalista norte-americano

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 9 de outubro de 2002 as 17:24, por: cdb

O Irã negou a entrada no país da correspondente da rede de televisão CNN Christiane Amanpour, nesta quarta-feira, afirmando se tratar de uma retaliação pelo tratamento dispensado pelos americanos aos iranianos que querem visitar os EUA. Apesar de trabalhar para uma emissora americana, a jornalista é iraniana-britânica.

O ministro das Relações Exteriores do Irã, Kamal Kharrazi, considerou “normal” a proibição. “Alguns jornalistas e artistas iranianos, incluindo o cineasta Abbas Kiarostami, tiveram seus vistos negados ou tiveram que esperar por vários meses por uma decisão. Nós, claro, levamos isso em consideração”, disse Kharrazi.

Christiane deveria acompanhar o chanceler britânico, Jack Straw, durante sua visita a Teerã, mas teve que descer do avião no Kuwait. Em um comunicado lido pela CNN em Atlanta, a jornalista afirmou estar “desapontada com a decisão do governo iraniano”.

Irã e Estados Unidos não mantêm laços diplomáticos desde a tomada da Embaixada americana em Teerã, quando diplomatas americanos ficaram como reféns durante a Revolução Islâmica em 1979.