Irã nega que tenha programa nuclear secreto

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 3 de fevereiro de 2003 as 16:56, por: cdb

O Irã voltou a negar ontem as acusações dos Estados Unidos de que esteja usando a central em construção em Buchehr para desenvolver um programa nuclear militar.

“Espalhando boatos venenosos, os Estados Unidos tentam militarizar as relações internacionais para servir a seus interesses políticos e econômicos”, declarou o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores, Hamid Reza Assefi, citado pela agencia de notícias oficial Irna.

No sábado (1º), o porta-voz do Departamento de Estado dos EUA, Richard Boucher, acusou de novo o Irã de utilizar a central civil construída com os russos em Buchehr (sul) “como cobertura e pretexto para obter tecnologias importantes e fazer seu programa de armamento nuclear avançar”.

Assefi reiterou que “todas as atividades iranianas são supervisionadas pela Agência Internacional de Energia Atômica, que confirmou várias vezes seu caráter pacífico”.

O porta-voz reafirmou “o direito [do Irã] ao uso pacífico da tecnologia nuclear para conseguir um nível de vida mais alto”.

O Irã foi incluído em janeiro de 2002 no “eixo do mal” pelo presidente americano, George W. Bush, que em discurso sobre o Estado da Nação, no dia 28 de janeiro, acusou Teerã de tentar “desenvolver armas de destruição em massa e apoiar o terrorismo”.