iPod comemora cinco anos com 65 milhões de unidades vendidas

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 23 de outubro de 2006 as 21:51, por: cdb

O iPod, da Apple, queridinho em todo o mundo, completa cinco anos nesta segunda-feira, com cerca de 65 milhões de unidades vendidas ou 70% deste mercado, segundo a empresa de pesquisa Current Analysis. Em 2001, a companhia apresentou o tocador digital “ultra portátil”, capaz de colocar até “mil músicas em seu bolso”, que revolucionaria a indústria da música digital junto com a loja virtual iTunes, da mesma empresa.

– Com o iPod, a Apple inventou uma nova categoria de tocador que permite colocar toda sua coleção de música no bolso para ouvir em qualquer lugar. Ouvir música nunca mais será igual -, afirmou em comunicado Steve Jobs, diretor-executivo da Apple, ao anunciar a novidade.

Os números mostram que a idéia realmente agradou e o produto está cada vez mais popular. Entre novembro e dezembro de 2001, a companhia vendeu 125 mil tocadores. De julho a setembro de 2006, foram 8,7 milhões.

O primeiro modelo do iPod, na época compatível apenas com os computadores Macintosh, tinha capacidade de 5 GB e chegou às lojas dos Estados Unidos em 10 de novembro por US$ 399. Atualmente, os consumidores norte-americanos pagam US$ 349 por um modelo de 80 GB da sexta geração. Essa linha, a mais recente dos tocadores, será lançada no Brasil na primeira semana de novembro.

O tocador digital, que no início só armazenava e reproduzia músicas, atualmente é compatível com fotos, jogos e também arquivos de vídeo. A cada nova geração, a Apple aumentou a capacidade de armazenamento dos tocadores, hoje, elas vão de 1 GB a 80 GB. Eles também ganharam novas cores e diminuíram de tamanho. O carro-chefe nesse conceito de redução de espaço é o iPod shuffle, com 2,5 cm de altura, 4 cm de largura, 1 cm de espessura e 14 gramas.

A loja virtual iTunes, lançada em 28 de abril de 2003, contribuiu para a revolução da venda de arquivos digitais e é, atualmente, bastante popular entre os internautas e usuários de tocadores digitais. Os arquivos de música custam US$ 0,99 nos EUA, enquanto cada game sai por US$ 4,99. A Apple cobra US$ 1,99 por episódio de seriado, enquanto o preço dos filmes varia de US$ 9,99 a US$ 14,99. A aquisição desse conteúdo não está disponível no Brasil.

Cinco anos após a chegada do iPod ao mercado, a gigante dos softwares Microsoft preparou um contra-ataque. A partir de novembro, os consumidores norte-americanos poderão comprar o Zune, o tocador da empresa de Bill Gates, que tem 30 GB e custará US$ 300.