IPAC vistoria praças da Matriz

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 25 de janeiro de 2012 as 15:50, por: cdb

25/1/2012, 17:2h
IPAC vistoria praças da Matriz

Técnicos avaliam projeto de revitalização dos equipamentos

A Prefeitura de Feira de Santana vai recuperar as praças Monsenhor Renato Galvão e Padre Ovídio. O projeto já está pronto e dentro em breve será realizada a licitação para contratação da empresa responsável pela execução das obras.  Nesta quarta-feira (25), equipes do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (IPAC) visitaram os equipamentos para avaliação do projeto de revitalização.

A vistoria, como explica a coordenadora de Projetos e Obras do IPAC, Glória Claudia Bleichner, se deve ao fato do Município possuir um monumento tombado e outro em processo de tombamento instalados no complexo que será reformado.

“O coreto da praça já é patrimônio do Estado e a catedral está em processo de tombamento. Por conta disso o projeto precisa ser avaliado para identificarmos se existe alguma proposta de modificação, o que não é permitido, e, ainda, para entendermos o espaço, sua funcionalidade. Não é permitida a presença de elementos que impeçam a visibilidade dos monumentos”, explica.

O secretário municipal de Planejamento, José Marcone de Sousa, destaca que o projeto de revitalização das praças estão de acordo às determinações do Instituto. Segundo ele, após autorização do IPAC, o Município vai agilizar o processo de licitação para iniciar a primeira etapa do projeto. 

“O projeto prevê a implantação de espaço para eventos nas praças, palco polivalente, um monumento a Padre Ovídio, dentre outras melhorias. A equipe do IPAC analisou o impacto do projeto por uma questão de legalização da obra, verificando o controle dos objetos tombados visando garantir a preservação do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia”, informa.

A visita foi acompanhada pelo arcebispo metropolitano dom Itamar Vian, secretário municipal de Relações Interinstitucionais, Nivaldo Vieira, e técnicos da Secretaria Municipal de Planejamento.