Investimento estrangeiro em renda fixa e ações é recorde neste ano até novembro

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 21 de dezembro de 2010 as 13:35, por: cdb

Brasília – O investimento estrangeiro em títulos de renda fixa negociados no país e em ações chegou a US$ 50,448 bilhões, nos 11 meses deste ano, resultado recorde da série histórica do Banco Central (BC), iniciada em 1947. Esse resultado foi influenciado pela oferta de ações da Petrobras neste ano.

A projeção do BC é que esses investimentos fechem o ano em US$ 51,3 bilhões, contra US$ 38 bilhões previstos em setembro. Para 2011, a estimativa passou de de US$ 36 bilhões para US$ 40 bilhões.

Neste ano, a previsão de investimento estrangeiro total em ações brasileiras foi revisado de US$ 22 bilhões para US$ 37,7 bilhões.

No caso da renda fixa negociada no país, a projeção caiu de US$ 16 bilhões para US$ 13,6 bilhões, estimativa impactada pelo aumento do Imposto sobre Operações Financeiras, em outubro deste ano. O governo aumentou o tributo de 4% para 6% sobre aplicações financeiras de estrangeiros em renda fixa e em alguns tipos de investimentos no mercado futuro. O objetivo foi conter a entrada de recursos estrangeiros no país, que pressionava para baixo a cotação do dólar.

Em 2011, a projeção para o investimento estrangeiro total em ações passou de US$ 21 bilhões para US$ 25 bilhões.

Para o investimento em títulos de renda fixa negociados no Brasil, a estimativa permanece em US$ 15 bilhões, no próximo ano.

Edição: Lílian Beraldo

Leia também:

Saldo da entrada e saída de dólares do país está negativo em US$ 1,275 bilhão neste mês Gastos de brasileiros no exterior devem bater recorde este ano e chegar a R$ 16,5 bilhões BC aumenta projeção para déficit em transações correntes no próximo ano Contas externas registram déficit de US$ 4,6 bilhões em novembro