Internacional vence clássico e está na final do Campeonato Gaúcho

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 9 de março de 2003 as 20:24, por: cdb

O Internacional derrotou o Grêmio por 1 x 0, no Gre-Nal disputado na tarde deste domingo (9/3), no estádio Beira-Rio, e garantiu classificação às finais do Campeonato Gaúcho, ao lado do Juventude. Com a vitória do rival, o Tricolor está eliminado da competição.

Momentos antes do jogo, o goleiro Clemer foi retirado do clássico em virtude de uma pancada sofrida na mão direita, durante o treino de sexta-feira. O jovem Luís Muller entrou em seu lugar. No Grêmio, os jogadores expulsos na última partida (Claudiomiro, Tinga e Fabri) e absolvidos pelo TJD local foram escalados, mesmo contrariando a lei da Fifa que obriga atletas expulsos a cumprirem suspensão automática.

Num primeiro tempo muito disputado e marcado mais pela garra dos jogadores que pela técnica, as chances de gol foram poucas. O primeiro chute a gol ocorreu somente aos 21min, quando fabri cobrou falta nas mãos de Luís Muller. Aos 25min, num contra-ataque, Fabri chutou por cima. Dois minutos depois, Fabri tentou de novo, de falta, e o goleiro colorado defendeu novamente.

O Inter ainda não havia concluído a gol. Mas, aos 37min, Claudiomiro derrubou Vinícius na entrada da área. André Cruz cobrou a falta, a bola acertou o travessão e Danrlei caiu dentro do gol. No rebote, o centroavante André apenas escorou de cabeça para dentro do gol, Inter 1 x 0.

O Grêmio deixou de empatar em dois momentos. Aos 43min, Ânderson Lima cobrou escanteio, Claudiomiro cabeceou na trave e Sangaletti afastou para escanteio. Na seqüência, Ânderson Lima levantou novamente na área, Christian concluiu ma as bola acertou as costas de Ismael e não entrou.

Os destaques da etapa inicial ficaram por conta do jovem Diego, 17 anos, que obrigou Roger a cometer sete faltas (na quinta, ele recebeu o amarelo) e Christian, ex-Inter, que estreou no Beira-Rio jogando pelo Grêmio e, cada vez que tocava na bola, era vaiado intensamente.

No intervalo, Tite tirou Douglas e colocou Caio em seu lugar. No segundo tempo, logo a um minuto, Diego passou fácil por Roger, que cometeu a sua oitava e última falta no colorado. O capitão gremista recebeu o segundo cartão amarelo e acabou expulso. Na seqüência, Christian foi substituído por Amaral. “Achei um pouco estranha a substituição”, comentou o centroavante. O técnico gremista foi chamado de “burro” pela sua torcida.

Depois de expulsar Roger, Diego continuou infernizando a zaga gremista. Aos 14min, o jovem colorado passou por Polga, invadiu a área, mas bateu fraco, facilitando a defesa de Danrlei. Com dez em campo, o Grêmio tentava atacar na base da raça, sem construir grandes chances de gol. Aos 18min, após uma dividida com Gavião, Diego sentiu o joelho esquerdo e deu lugar a Jéfferson Feijão.

O Inter manteve o domínio do clássico e passou a administrar a vitória, a segunda do ano em Gre-Nais, após um jejum de 13 jogos contra o rival, além de comemorar a classificação à segunda fase do Campeonato Gaúcho. Ao Grêmio, coube a tentativa frustrada de reação. Agora, o Tricolor terá que administrar uma profunda crise, pois está fora do Gauchão.

INTERNACIONAL 1 x 0 GRÊMIO

Internacional
Luís Müller; André Cruz, Wilson e Vinícius; Thiago Mattos, Sangaletti, Claiton, Gavilán e Ismael; Diego (Jéfferson Feijão)/(Fernando Cardozo) e André
Técnico: Muricy Ramalho

Grêmio
Danrlei; Polga, Claudiomiro e Roger; Ânderson Lima, Gavião, Tinga, Rodrigo Fabri e Douglas (Caio); Christian (Amaral) e Basílio (Roberto)
Técnico: Tite

Data: 09/3/2003 (Domingo)
Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre
Árbitro: Carlos Simon (Fifa-RS)
Auxiliares: Sérgio Cordeiro Filho e Marcelo Oliveira e Silva (RS)
Cartões amarelos: Ismael, Claiton e Wilson (Inter); Roger e Ânderson Lima (Grêmio)
Cartão vermelho: Roger (Grêmio)
Renda: 366.058,00
Público: 38.411
Gols: André (aos 37min do primeiro tempo).