Iniciados estudos para instalar TV Rádio Senado no Amapá 

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 23 de março de 2011 as 20:05, por: cdb

O Estado do Amapá deve ganhar, nos próximos meses, estações da TV e da Rádio Senado. Uma equipe técnica do Senado Federal esteve nesta terça-feira (22) em Macapá fazendo um levantamento das possibilidades de instalação dos equipamentos das duas emissoras na capital. 

Para o ex-senador Papaléo Paes, a iniciativa é muito importante e vai permitir ao Amapá se integrar ao resto do país, além de oferecer à população uma programação diversificada: “Tanto a Rádio como a TV Senado mostram a participação dos legisladores, daqueles que representam seus estados, e têm uma programação cultural belíssima”.Papaléo deixou o Senado em janeiro passado, depois de cumprir oito anos de mandato representando o Estado, e de ter defendido junto ao Presidente do Senado, José Sarney, a instalação das duas emissoras, aprovada agora em março pela Mesa.

A Assembléia Legislativa do Amapá deve participar do projeto. Em reunião promovida pelo ex-senador Papaléo Paes, com a coordenadora de Expansão da Rede Senado de Rádio e Televisão, Virginia Galvez, e do engenheiro João Carlos Barizon, representando o Senado, o presidente da Assembléia, deputado Moisés Souza, decidiu autorizar a realização de estudos para instalação de uma torre de transmissão e uma área para abrigar os transmissores das emissoras do Senado nas instalações da entidade. Nesse caso, a Assembléia assumiria o custo e, o Senado, os transmissores e antenas. Em operação digital, a TV Senado poderia vir a oferecer à TV Assembléia um canal para transmissão de sinal aberto e gratuito na capital Macapá. A TV Senado possui um canal analógico e Sarney solicitou ao ministro Paulo Bernardo, das Comunicações, um canal digital, que permitirá transmitir até quatro subcanalizações, ou programações diferentes, em regime de multiprogramação. 

Além disso, acompanhados de Papaléo Paes, os técnicos do Senado também visitaram emissoras de rádio e televisão em Macapá para avaliar as torres e os espaços e avaliar a possibilidade de instalação dos equipamentos do Senado. Essa seria uma alternativa para o caso de não ser possível instalar os equipamentos na Assembléia.

Da Redação / Agência Senado