Infraero registra recorde de movimentação de cargas

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 10 de janeiro de 2005 as 22:26, por: cdb

A Infraero registrou, em 2004, um recorde histórico na movimentação de cargas aéreas de exportação e importação. Para isso, foram investidos R$ 35 milhões na compra de equipamentos e na viabilização dos sistemas de terminais de carga.

“A empresa teve infra-estrutura suficiente para suportar o aumento da demanda porque investiu em mecanização e automação para liberação mais rápida de cargas, em trabalho conjunto com a Receita Federal”, sintetiza o superintendente de cargas da empresa, Luiz Gustavo Schild.

O crescimento da importação foi de 30,25%, comparado a 2003. Isso representa um fluxo de 289.188 toneladas de mercadorias. Já a exportação ultrapassou os 302.878, com crescimento de 25,3% em relação ao ano anterior.

O aumento é 10% superior ao do período de explosão das exportações e importações, no início da década de 90. Já para 2005, a expectativa é de novos recordes. Segundo a assessoria da Infraero, isso deverá ocorrer devido ao crescimento do comércio brasileiro com a China, Japão, Argentina e Estados Unidos.

Para ampliar o tráfego aéreo, a empresa deverá automatizar, até o fim deste ano, o terceiro terminal de cargas de Manaus (AM). Também estão previstas revitalizações dos aeroportos de Guarulhos e Campinas, em São Paulo, além da conclusão das obras do terminal de Fortaleza (CE) e da licitação do novo terminal de cargas de Porto Alegre (RS). Além disso, a Infraero pretende lançar o terminal exclusivo de exportações no aeroporto Internacional Antonio Carlos Jobim, no Rio de Janeiro.