Infraero e governo paulista firmam termo de cooperação

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 6 de janeiro de 2005 as 18:34, por: cdb

Um termo de cooperação assinado nesta quinta-feira pelo governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, o presidente da Infraero, Carlos Wilson e o prefeito de Guarulhos, Elói Pietá prevê a construção da terceira pista e do terceiro terminal do Aeroporto Internacional de Cumbica, na Grande São Paulo.

Na ocasião, também foi discutida a construção do Expresso Aeroporto, que pretende aproveitar o leito ferroviário da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) em São Paulo, a cinco quilômetros do aeroporto de Guarulhos.

O governador informou que um grupo de engenharia financeira vai analisar a possibilidade de participação da iniciativa privada na obra do Expresso Aeroporto, com base na Parceria Público-Privada (PPP). O custo da obra está avaliado em pelo menos R$ 1 bilhão.

Uma comissão fará os estudos referentes à obra e definirá para onde serão transferidas cerca de cinco mil famílias que moram perto do local onde será construída a pista. O grupo de trabalho é composto por representantes do governo paulista, da prefeitura de Guarulhos e da Infraero.

Segundo a Infraero, o aeroporto Internacional de Guarulhos é o maior em movimentação no país. Em 2004, cerca de 13 milhões de passageiros passaram pelo aeroporto, que tem capacidade para atender 17 milhões de pessoas nos dois terminais. A construção do terceiro terminal permitirá atender cerca de 29 milhões de pessoas.