Inflação em SP fica praticamente estável, em 0,37%

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 25 de março de 2011 as 11:15, por: cdb
inflacao
Inflação ao consumidor em São Paulo ficou praticamente estável

A inflação ao consumidor em São Paulo ficou praticamente estável no início da segunda quinzena do mês, com uma diminuição da queda dos preços de alimentos e uma maior alta de vestuário e saúde sendo contrabalançadas por um arrefecimento de itens como transportes e habitação.

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) avançou 0,37 %  na terceira quadrissemana de março, ante 0,36 %  na segunda, informou a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe).

Os custos de Alimentação caíram 0,13%  nesta leitura, ante queda de 0,41%  na anterior. Os de Transportes desaceleraram a alta para 0,94 %  na terceira quadrissemana, comparado a 1,07 % na segunda.

Os custos de Despesas pessoais também subiram menos, em 0,46 %, contra 0,79%. Os de Habitação arrefeceram a variação positiva para 0,34 % ante 0,42%.

Os preços de Vestuário tiveram elevação maior, de 0,56 %  agora, ante 0,10 %  antes. Os de Saúde subiram 0,67 %  nesta leitura, acima da taxa de 0,55 %  na anterior.

O IPC da terceira quadrissemana mediu os preços de 22 de fevereiro a 23 de março. O índice mede a variação dos preços no município de São Paulo de famílias com renda até 20 salários mínimos.