Inflação deste ano poderá chegar a 7,8 por cento

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 8 de agosto de 2001 as 12:10, por: cdb

A meta de inflação prevista para este ano, segundo explicação do ministro da Fazenda, Pedro Malan, a investidores na manhã desta quarta-feira, já está fixada junto ao FMI em até 7,8 por cento, ou 1,8 por cento a mais do que o previsto em janeiro, durante as negociações do acordo recém-alterado. Ainda assim, na previsão de Malan, este teto poderá ser alterado – para cima -, sem que o Fundo Monetário Internacional suspenda a remessa de dólares para o Brasil.

Outro item detalhado por Malan que pode influenciar nos negócios é a alteração do piso das reservas líquidas, de US$ 25 bilhões para US$ 20 bilhões, que aumenta o poder de fogo da autoridade para intervir no câmbio.