Índios invadem parque do Descobrimento na BA

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 30 de outubro de 2003 as 11:35, por: cdb

Índios pataxós que reivindicam assentamento dentro do Parque Nacional do Descobrimento, no município de Prado, a 812 quilômetros de Salvador, na Bahia, ocuparam ontem a sede provisória do parque e se apossaram de uma viatura do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama), que administra o local.

São cerca de 30 famílias de pataxós que dizem terem sido expulsas da área, de 21.129 hectares, na década de 70, pela madeireira Brasil-Holanda.

Desde maio, os pataxós tentam se instalar no local, mas são impedidos por ações de reintegração de posse impetradas na Justiça pelo Ibama. O governo federal comprou a área, que pertencia à madeireira, durante as comemorações dos 500 anos do Descobrimento, para criar o Parque Nacional e preservar remanescentes da Mata Atlântica na região.

Conforme os técnicos do Ibama, nos 21 mil hectares do parque há várias espécies da fauna brasileira ameaçadas de extinção, como as onças pintada, parda e negra. Também há madeira de lei, como o jacarandá.

Os índios disseram a funcionários do Ibama que vão desocupar a sede, mas pretendem ficar com o veículo enquanto a questão da posse da terra não for resolvida. Um estudo está sendo feito pela Funai para ver quem tem direito às terras do entorno de Prado.