Índice de emprego na indústria aumenta 0,49% em abril

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 6 de junho de 2003 as 00:30, por: cdb

Apesar do quadro de desaquecimento da atividade industrial, com as vendas reais caindo 1,64% em abril, e mostrando leve crescimento de 0,36% feito o ajuste sazonal, o mercado de trabalho do setor teve expansão de 0,49% na comparação com março.

A informação consta dos Indicadores Industriais divulgados hoje pela Confederação Nacional da Indústria. O coordenador da Unidade de Política Econômica da CNI, Flávio Castelo Branco, disse que a expectativa dos empresários é de que o quadro atual de retração da atividade, por conta das elevadas taxas de juros e pela queda da massa salarial real, é passageiro.

– Daí não haver por parte das empresas a intenção de reduzir o pessoal empregado porque podem precisar dele mais adiante – disse.

O indicador da CNI revela ainda que retiradas as influências sazonais do período, a variável mostra relativa estabilidade, com crescimento de 0,11%.

Na comparação com igual mês do ano passado, o crescimento é de 0,99%. Segundo a pesquisa, trata-se do nono crescimento consecutivo do indicador emprego, embora exibindo uma ligeira perda de ritmo nos últimos três meses. No quadrimestre, o aumento observado no emprego industrial no Brasil alcançou 1,14%.

A utilização da capacidade industrial também foi menor em abril (79,6%) do que em março (80,1%).