Índice de abstenção no 1º dia de prova da Fuvest é de apenas 4,4%

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 10 de janeiro de 2005 as 00:36, por: cdb

O índice de abstenção no primeiro dia de provas da segunda fase da Fuvest foi o menor dos últimos dois anos. O percentual de ausentes na prova de Português e Redação, no domingo, foi de apenas 4,%, contra 4,56% em 2004 e de 5,47% em 2003. O índice foi maior no interior, onde chegou a 4,71%, e menor na Grande São Paulo, onde ficou em apenas 4,19%

Dos 31.195 candidatos convocados para a segunda fase da Fuvest, apenas 1.372 faltaram na primeira prova, que é a única obrigatória para todos, independentemente do curso que disputam. Participam 29.823 candidatos e a maioria deles (18.080) faz prova na capital. O segundo maior número de candidatos se concentra em Ribeirão Preto, onde 2.337 candidatos participaram da prova no domingo.

A carreira que apresentou a maior nota de corte na primeira fase foi Medicina. Só foi para a 2º fase quem acertou 81 das 99 questões válidas da 1ª fase. Os cursos de Relações Internacionais e o Curso Superior de Áudio Visual ficaram em 2º lugar. O candidato precisou acertar pelo menos 75 questões em cada disciplina para ir para a segunda fase. Em média, a nota de corte da primeira fase foi 52 pontos. O melhor desempenho conseguido por um candidato neste vestibular foi 96 pontos, num total de 99 possíveis.

A partir desta segunda-feira, os candidatos farão apenas as provas relacionadas à carreira escolhida. No dia 10 serão realizadas as provas de História ou Química. Dia 11, de Geografia ou Biologia. Dia 12, de Física e dia 13, de Matemática. Todas terão três horas de duração.