Incêndios na Califórnia causaram a morte de 17

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 28 de outubro de 2003 as 12:43, por: cdb

Pelo menos 17 pessoas morreram nos Estados Unidos e outras duas na região fronteiriça do México como conseqüência dos grandes e incontroláveis incêndios que afetam o sul da Califórnia desde a semana passada.

Porta-vozes dos bombeiros californianos afirmaram hoje que cerca de 1.100 casas foram destruídas e que as chamas queimaram 150 mil hectares de florestas e cultivos em uma ampla faixa da fronteira do México e dos EUA até o norte da cidade de Los Angeles.

Um dos maiores incêndios se estendeu hoje através das montanhas que separam o vale de San Fernando e o Simi Valley. Nessa área, o fogo destruiu treze casas e está se aproximando de uma área residencial com mansões de luxo.

O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, declarou ontem “região de desastre” uma ampla faixa territorial californiana afetada por dez devastadores incêndios florestais.

Esta declaração, solicitada pelo governador da Califórnia, Gray Davis, permitirá às famílias que tiveram suas casas destruídas pelas chamas receberem ajuda financeira do governo. Embora os ventos de mais de 80 quilômetros por hora que acalmaram o fogo nos últimos dias tenham reduzido sua intensidade nas últimas horas, os bombeiros disseram que o perigo ainda persiste.

Mais de 100 mil pessoas foram evacuadas das áreas danificadas pelos incêndios desde quarta-feira passada. Suspeita-se que alguns dos focos foram provocados, segundo investigadores da polícia local.