Incêndios matam 13 pessoas no sul da Califórnia

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 27 de outubro de 2003 as 10:18, por: cdb

Os incêndios que estão arrasando milhares de hectares na Califórnia já mataram pelo menos 13 pessoas, na última semana. Onze pessoas morreram em incidentes provocados pelo fogo nas proximidades de San Diego e outras duas no condado de San Bernardino, a 97 quilômetros de Los Angeles. O governador do Estado declarou neste domingo estado de emergência em quatro condados: San Bernardino, Ventura, Los Angeles e San Diego.

Nos últimos dias, foram registrados pelo menos seis grandes incêndios, alimentados por ventos de até 80 km/h e altas temperaturas. Hoje à tarde (horário local), o fogo já havia consumido 57.200 hectares, destruindo 500 casas e causando danos estimados em milhões de dólares. Os quatro mil bombeiros que estão trabalhando no combate ao incêndio não conseguem conter as chamas e autoridades afirmam que o fogo está fora de controle.

Além de mortes e destruição, os grandes incêndios também provocaram o caos no tráfego aéreo dos Estados Unidos ontem. O transtorno foi causado principalmente pelo fechamento de uma torre de controle, que impediu a aterrissagem de dezenas de aviões.

As pessoas que trabalhavam no Centro de Controle do Terminal de Radar do sul da Califórnia foram obrigadas a deixar o local por causa da ameaça do fogo. Com isso, as companhias aéreas de todo o país tiveram que cancelar dezenas de vôos com destino a Los Angeles, San Diego e outros aeroportos da região. “O fogo obrigou a transferir o controle do tráfego aéreo a um centro de controle de alto vôo no deserto de Mojave, nos forçando a frear a chegada de muitos vôos”, informou um porta-voz do Aeroporto Internacional de Los Angeles.