Incêndio atinge aeroporto de Istambul e deixa três feridos

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 24 de maio de 2006 as 11:24, por: cdb

Um incêndio de grandes proporções atingiu, na manhã desta quarta-feira, a área de cargas do aeroporto Internacional de Ataturk, em Istambul (Turquia). O tráfego aéreo foi  interrompido devido ao incêndio, que causou pânico entre as milhares de pessoas que estavam nos terminais vizinhos do aeroporto.

Segundo autoridades locais, ao menos três pessoas ficaram feridas no incêndio. Imagens de TV mostram uma imensa nuvem de fumaça negra de cerca de 30 metros de altura cobrindo a área do aeroporto. O incêndio causou pânico entre os passageiros do aeroporto.

Há suspeitas de que um curto-circuito no depósito de cargas internacionais tenha ocasionado o incêndio. Não houve indicação imediata de uma ação terrorista.

Aviões lançavam água para tentar conter as chamas que, segundo autoridades, estão sob controle.

– O fogo já foi controlado e estamos tomando as precauções necessárias para evitar que ele se dissemine para os terminais de passageiros – disse Baris Tozar, subsecretário do Ministério dos Transportes.

Segundo ele, o incêndio não compromete a segurança dos vôos com origem e destino no aeroporto. O tráfego aéreo chegou a ser suspenso, mas já foi normalizado.

A rede privada NTV informou que o fogo teve início em um local onde eram armazenados galões de combustível. De acordo com o governador de Istambul, Muammer Guler, partes do prédio atingido – próximo de um hangar que abriga aviões militares – desabaram após o fogo.

Radicais islâmicos e curdos costumam realizar ataques na região. Recentemente, militantes curdos reivindicaram a responsabilidade por um incêndio em uma fábrica em Istambul.

Testemunhas declararam ao canal de televisão NTV que a coluna de fumaça era visível de uma grande distância e os aviões estacionados nas pistas foram afastados da zona afetada por motivos de segurança.

Cerca de 250 pessoas que trabalham no terminal foram retiradas antes que as chamas se expandissem.