IGP-M de maio registra primeira deflação de 2003

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 29 de maio de 2003 as 17:59, por: cdb

A redução na cotação do dólar e nos preços dos combustíveis conjugada à entrada da safra agrícola causaram uma deflação de 0,26% em maio, segundo o IGP-M (Índice Geral de Preços de Mercado), calculado pela FGV (Fundação Getúlio Vargas). Em abril, o indicador havia registrado inflação de 0,92%.

No ano, o IGP-M acumula alta de 6,97% e, nos últimos 12 meses, de 31,53%. Os preços no atacado, segundo o IPA (Índice de Preços no Atacado), foram os responsáveis pela deflação: registraram queda de 1,11% após uma alta de 0,80% em abril.

Entretanto, mesmo com a redução da gasolina e do óleo diesel, os preços para o consumidor recuaram subindo, mas em menor velocidade. O IPC (Índice de Preços ao Consumidor) atingiu 0,83% depois de alcançar 1,28% no mês anterior.

O INCC (Índice Nacional do Custo da Construção) passou de 0,81% para 2,98% entre abril e maio.

O IGP-M é calculado com base em preços coletados a partir do dia 21 do mês anterior até o dia 20 do mês de referência. O índice é formado pelo IPA, pelo IPC e pelo INCC, cujos pesos são, respectivamente, de 60%, 30% e 10%.