IBGE aponta que em 2001 número de empresas cresceu 11%

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 22 de setembro de 2003 as 14:17, por: cdb

O número de empresas inscritas no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas(CNPJ) aumentou 11,4% em 2001, bem acima da taxa de 6,5% de 2000.

A taxa de crescimento dos assalariados se manteve praticamente a mesma (5,1% em 2000 e 5% em 2001), mas a variação do número de sócios e proprietários cresceu significativamente no mesmo período, passando de 2,5% para 8,1%.

Esse movimento é reflexo da alta taxa média de natalidade nas empresas de menor porte (0 a 4 pessoas ocupadas), que passou de 20,9% para 24,7%, onde se observa maior número de prioprietários em relação ao de asssalariados.

Os dados são do Cadastro Central de Empresas 2001, que está sendo divulgado hoje pelo IBGE. A pesquisa revela a existência de 4.235.816 empregos, 15.119 unidades de administração, ensino, saúde, defesa e seguridade pública e 428.890 entidades privadas sem fins lucrativos, que incluem o chamado terceiro setor. Juntas, essas unidades empregam 32,5 milhões de pessoas, sendo 81% assalariados e 19% proprietárias ou sócias. Em 2001, o salário médio mensal pago foi de R$ 789,00.