IBGE anuncia crescimento do IPCA em setembro

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 9 de outubro de 2002 as 13:54, por: cdb

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) do mês de setembro apresentou variação de 0,72% e ficou acima do resultado de agosto (0,65%). De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o IPCA acumulou 5,60% no ano, acima do percentual de 5,35% registrado no mesmo período do ano passado. Nos últimos 12 meses, o índice situou-se em 7,93%, superior ao resultado dos 12 meses imediatamente anteriores (7,46%)

Em setembro de 2001, a taxa mensal foi de 0,28%. De acordo com o IBGE, a desvalorização da moeda provocou aumentos expressivos nos alimentos e em outros produtos, levando a elevação do IPCA de um mês para o outro, apesar da redução de 7,61% nos preços do gás de cozinha, com impacto negativo de 0,13 ponto percentual, e da ausência de impactos positivos importantes nos preços administrados.

O crescimento do grupo Alimentação e Bebidas, sob a influência do dólar, foi de 1,96%, resultado muito próximo ao de agosto, 1,94%. A cotação da soja em grão subiu e o óleo de soja teve aumento de 14,23%. Os derivados do trigo apresentaram altas significativas: farinha de trigo, 10,71%; macarrão, 5,60%; biscoito, 4,28%; e pão francês, 2,68%.

O maior índice regional foi registrado em Brasília (1,06%), onde os preços da energia elétrica aumentaram 12,39%. O menor resultado ficou com Fortaleza (0,42%).