Hospital Público Municipal: oito anos servindo à população de Macaé e região

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 28 de março de 2012 as 13:58, por: cdb

Com mais de 1.400 funcionários e uma média de 15 mil atendimentos por mês, entre emergências e 20 especialidades oferecidas por plantão 24 horas, durante sete dias da semana, o Hospital Público Municipal de Macaé Dr Fernando Pereira da Silva, o HPM, comemora nesta quinta-feira (29) oito anos de existência.


As solenidades ocorrerão na sexta-feira (30), às 10h, na recepção principal do HPM, será a celebração em ação de graças e, a partir das 18h, no Royal Macaé Palace Hotel, acontecerá a solenidade de entrega de homenagens, com a presença de autoridades locais, entre o prefeito Riverton Mussi e o secretário de Saúde, Eduardo Cardoso.

Custeado exclusivamente com recursos da Prefeitura, com 132 leitos e investimentos de R$ 90 milhões ao ano, o HPM, é uma referência para toda a região Norte Fluminense no atendimento de pacientes politraumatizados. Só no mês de fevereiro foram 6.726 assistências emergenciais, isto é, salvando vidas, como ressalta o diretor-superintendente, Felipe Barreto:

– Atender e salvar a vida de milhares de macaenses e de moradores das cidades vizinhas é uma missão que vem sendo cumprida pelo HPM, desde a sua criação. O que dizer então da Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplante, implementada em 2006, que já promoveu quatro captações com sucesso, fazendo felizes famílias que aguardavam ansiosas nas filas de transplante de todo o país – ressalta o diretor.

O diretor-superintendente ainda destaca o extremo cuidado e rapidez que a Comissão tem que ter para a captação dos órgãos, quando constatada a morte cerebral do paciente: desde o acolhimento da família para dar a notícia, passando pelo diálogo no caminho do aceite da doação, até o rápido contato com o Rio Transplante para o processo de captação e transporte.

Além de atender com excelência, o HPM também vem promovendo capacitações para os profissionais de saúde da rede do município, como foi o caso do treinamento em ações de prevenção da Gripe A (H1N1), a capacitação em aconselhamento para DST/AIDS e o curso de Suporte Avançado de Vida em Pediatria. A recente criação da 1ª Comissão de Ética em Enfermagem, bem como da Central Busca de Convênios, Vagas e Exames para atender demandas urgentes de exames complexos externos, e busca de vagas para transferências também são marcos na atuação do HPM.

O Secretário de Saúde, Eduardo Cardoso, afirmou que a prefeitura trabalha para o atendimento de qualidade desde a atenção básica até o HPM, e lembra que grande parte dos pacientes vêm de cidades da região e até de municípios mais longes:

– A prefeitura investe entre R$ 6 milhões a R$ 7 milhões por mês no HPM com um atendimento de ótima qualidade, comprovado por pesquisas. Precisamos que os municípios vizinhos façam parcerias com Macaé para mantermos essa qualidade de referência – finaliza.