Homens armados atiram em manifestantes no Iêmen; 35 feridos

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 14 de maio de 2011 as 14:55, por: cdb

Homens armados atiram em manifestantes no Iêmen; 35 feridos

SANAA (Reuters) – Homens armados à paisana atiraram a esmo em manifestantes na cidade de Taiz, no Iêmen, ferindo 35 pessoas, disse um médico neste sábado.

Enquanto prossegue a violência contra os manifestantes, um enviado do Golfo chegou ao país para tentar ressuscitar um plano para acabar com a crise.

As manifestações no Iêmen ocorrem há vários meses, numa rebelião contra o presidente Ali Abdullah Saleh inspirada por outras que derubaram presidentes no Egito e na Tunísia.

Um plano negociado por países vizinhos do Golfo para que o presidente Saleh renuncie caiu por terra no mês passado, quando ele recusou-se a assiná-lo.

Os homens armados, que se acredita serem policiais à paisana, atiraram de cima dos telhados nos manifestantes que pedem o fim de mais de três décadas de comando de Saleh no país.

“Havia 35 pessoas com ferimentos de bala, três dos quais estão na unidade de tratamento intensivo”, disse um médico do hospital local à Reuters por telefone.

Três pessoas foram mortas e 15 feridas na sexta-feira quando tropas atiraram contra manifestantes na cidade de Ibb, a sul da capital Sanaa. As mortes aumentaram o número de vítimas desde que as manifestações começaram para pelo menos 170.

No sábado, forças de segurança prenderam Ahmed al Musaibli, um importante âncora que havia saído do canal estatal de TV para trabalhar num canal da oposição, disseram testemunhas.

Saleh tem se mantido no poder apesar de muitos aliados políticos, líderes tribais e oficiais do Exército terem o abandonado.

(Por Mohamed Sudan)

Reuters