Homem-bomba mata 42 no Paquistão

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 8 de novembro de 2006 as 17:45, por: cdb

Um homem-bomba se explodiu em uma centro de treinamento de recrutas do Exército no noroeste do Paquistão nesta quarta-feira, matando pelo menos 42 soldados e ferindo 20, de acordo com o governo do país. O ataque foi o pior no país contra o Exército desde o início de operações militares contra a Al-Qaeda e grupos pró-Talebã na fronteira com o Afeganistão.

Dargai é reduto de um movimento pró-Talebã proibido no país, chamado Tehreek-e-Nifaz-e-Shariat-Mohammadi (TNSM). Uma testemunha disse que viu soldados recolhendo pedaços de corpos das vítimas, minutos após a explosão. Os recrutas estavam fazendo exercícios militares na hora do ataque.

Na semana passada, o Exército bombardeou uma escola religiosa nas proximidades da fronteira com o Afeganistão, matando 80 pessoas. O governo diz que as vítimas seriam militantes, mas moradores locais dizem que eles eram apenas estudantes.

O Exército do Paquistão colocou 80 mil soldados ao longo da fronteira para combater militantes que fugiram do Afeganistão depois da derrubada do Talebã em 2001 por uma coalizão militar liderada pelos Estados Unidos.