Holyfield é massacrado e pode encerrar a carreira

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 5 de outubro de 2003 as 14:06, por: cdb

Definitivamente, o norte-americano Evander Holyfield já não é mais o mesmo. Na noite deste sábado, o boxeador quatro vezes campeão mundial dos pesos pesados, prestes a completar 41 anos, foi humilhado e massacrado pelo compatriota James Toney em luta realizada no Mandalay Bay Casino, em Las Vegas, Estados Unidos.

Depois de apanhar muito, o ex-campeão foi derrotado por nocaute técnico a 1min42s do nono assalto. A superioridade de Toney era tão flagrante que o pessoal de apoio a Holyfield pediu o fim do combate.
Agora, Toney, atual campeão dos cruzadores pela Federação Internacional de Boxe (IBF), soma o cartel de 67 vitórias, quatro derrotas e dois empates. Pela luta, ele recebeu US$ 3 milhões.

Fim de carreira

Após a derrota, Holyfield disse que são grandes as chances de abandonar o boxe. “Quando as coisas não vão bem, a primeira idéia é de abandonar a carreira”, admitiu.

Toney, por sua vez, era um misto de felicidade pela vitória e tristeza pelo “estrago” aplicado ao veterano lutador. “Estou muito triste por ter feito isso”, disse Toney após a luta.

Holyfield, que recebeu US$ 5 milhões pelo combate, tem o retrospecto de 38 vitórias, seis derrotas e ois empates.