História de fitas falsas sobre comemoração de palestinos é mero boato

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 18 de setembro de 2001 as 01:44, por: cdb

“Declaração oficial da CNN sobre boato do uso de imagens apócrifas

“A CNN nega a alegação sem base, e ridícula, afirmando que transmitiu um vídeo de 10 anos atrás para ilustrar as celebrações dos palestinos como resultado da horrível tragédia que afetou os Estados Unidos no dia 11 de setembro. Meus colegas e eu aplaudimos a Unicamp (Universidade de Campinas) por haver dado o esclarecimento pertinente” – Eason Jordan, presidente de coleta global de informações da CNN.

“A fita de vídeo a que nos referimos foi filmada no leste de Jerusalém por operadores de câmeras da agência de notícias Reuters em 11 de setembro de 2001. A Reuters TV pode fornecer confirmação a respeito.

“A seguir, reproduzimos a declaração dada pela Unicamp, citando o nome do aluno autor do e-mail que difundiu esse boato. Se desejar mais informações sobre o assunto, pode se comunicar diretamente com a Unicamp.

“Em seguida, a declaração emitida pela Unicamp:

NOTA OFICIAL

A Reitoria da Unicamp informa que desconhece a existência de uma fita de vídeo datada de 1991, cujas imagens teriam sido veiculadas pela rede de televisão CNN como de palestinos comemorando os atentados terroristas nos Estados Unidos. Sendo a suposta fita de 91, surgiram logo suspeitas de que as imagens levadas ao ar eram falsas.

Esta informação foi desmentida, logo que se comprovou inverídica, por Márcio A. V. Carvalho, aluno de mestrado de Lógica e Sociologia da Unicamp. Ele procurou a Reitoria hoje, 17.09.2001, para esclarecer que:

– a informação que recebeu, verbalmente, foi de que um professor de outra instituição de ensino (e não da Unicamp) possuiria a fita;

– enviou a informação para uma lista de discussão sobre teoria social;
– várias pessoas da lista se interessaram pelo assunto, solicitando detalhes;
– procurou novamente a pessoa que lhe passou a informação, que desta vez negou conhecimento sobre a fita;
– imediatamente, enviou um desmentido para a lista e para todas as outras pessoas que o procuraram.

A mensagem original, contudo, foi redistribuída para várias partes do mundo, com graves distorções, inclusive em formato de artigo assinado pelo estudante. Ele alerta que seu domínio foi hackeado. E-mails têm sido enviados em seu nome e aqueles datados a partir de 15.09.2001 devem ser ignorados.

Entre as graves distorções está a informação de que um grupo de pesquisadores da Unicamp estaria avaliando a fita, o que é completamente improcedente. A Reitoria considera esse desmentido como definitivo, evitando novas manifestações como cuidado para fazer cessar a onda de boatos.

A REITORIA”