Hemorio lança campanha para incentivar doação

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 28 de janeiro de 2007 as 12:33, por: cdb

O Instituto Estadual de Hematologia Arthur de Siqueira Cavalcanti – Hemorio, da Secretaria de Saúde, lança na próxima terça-feira a 4ª edição da campanha “Vista a fantasia da solidariedade”, com o objetivo de alertar a população sobre o risco da falta de sangue no período do carnaval.

Durante a campanha, o Instituto espera manter a média de 300 doadores ao dia para que consiga ter um estoque extra de 1000 bolsas de sangue para atender à demanda no feriado.

– A época do carnaval é uma das mais críticas do ano, devido aos acidentes que geralmente ocorrem sobrecarregando as emergências e pela queda de mais de 50% no número de doadores voluntários. Caso não haja a participação em massa da população, pode faltar sangue neste período – alertou Clarisse Lobo, diretora geral do Hemorio.

Para estrelar a nova campanha, que só termina após o carnaval, foram convidadas Grazielli Massafera e Luiza Brunet, que juntamente com personalidades e integrantes de várias escolas de samba serão candidatos à doação de sangue e vão incentivar a população com o gesto.

– É importante que a população tenha a consciência de que antes de cair na folia, deve doar sangue, que não é só uma questão de solidariedade, mas de responsabilidade social – avaliou Luiza Brunet, que costuma doar sangue todos os anos desde que a campanha foi criada.

Integrantes da Beija-Flor, Mocidade Independente, Estácio de Sá, Mangueira, Viradouro e Grande Rio participarão da campanha, que terá a presença da Corte do Carnaval 2007 na abertura do evento.

– Qualquer pessoa pode precisar de sangue. A minha consciência sobre a importância de doar regularmente aumentou desde que precisei de uma transfusão devido a uma cirurgia – revelou o Rei Momo, Alex de Oliveira, que estará na abertura da campanha, dia 30 às 11h, juntamente com a Mocidade Independente de Padre Miguel.

O Hemorio é o hemocentro coordenador do Estado do Rio de Janeiro, que abastece com sangue e derivados cerca de 200 unidades de saúde conveniadas ao Sistema Único de Saúde – SUS, entre elas, as grandes emergências, maternidades e UTI´s.

Diarimente o Hemorio coleta uma média de 300 bolsas de sangue, apesar da capacidade de atender o dobro de voluntários. Cerca de 1,8% da população doa sangue regularmente, o que é considerado um índice baixo. Segundo dados da Organização Mundial de Saúde – OMS, seriam necessários que 5% da população adotasse a prática.

No Rio de Janeiro ainda há mais 26 postos públicos de coleta de sangue coordenados tecnicamente pelo Hemorio, como o dos hospitais Universitário Pedro Ernesto, em Vila Isabel; da Posse, em Nova Iguaçu; Geral de Bonsucesso; Clementino Fraga Filho (Fundão), na Ilha do Governador e Instituto Nacional de Cardiologia, em Laranjeiras. Os endereços e horários de fincionamento dos postos podem ser obtidos pelo Disque Sangue (0800 282-0708) que esclarece outras dúvidas e agenda a doação com hora marcada.

O Hemorio fica na Rua Frei Caneca, 08 (ao lado do Campo de Santana), no Centro, e funciona todos os dias das 7h às 18h, inclusive sábados, domingos e feriados e funcionará normalmente durante todos os dias de carnaval.

Para ser um doador de sangue o voluntário deve trazer um documento oficial de identidade com foto (original), ter entre 18 e 65 anos, pesar mais de 50 quilos e estar bem de saúde. Não é necessário estar em jejum. Só deve ser evitada a ingestão de alimentos gordurosos nas 4 horas anteriores à doação e a de bebidas alcóolicas nas últimas 12 horas.