Hamas obtém resultado expressivo em eleição local em Gaza

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 27 de janeiro de 2005 as 21:22, por: cdb

O Hamas obteve um resultado significativo, segundo uma pesquisa de boca-de-urna, na primeira eleição municipal da história da Faixa de Gaza, nestaa quinta-feira, no que é visto como uma prévia do duelo entre o grupo militante islâmico e o presidente Mahmoud Abbas.

A pesquisa indica que o Hamas deve assumir o controle de três dos quatro maiores municípios de Gaza, inclusive de um onde o movimento Fatah, de Abbas, era favorito.

O presidente palestino quer convencer os militantes a suspenderem seus ataques contra Israel, o que poderia levar à retomada do processo de paz, paralisado há quatro anos. Mas os militantes tentam consolidar seu poder na Faixa de Gaza, à espera da desocupação israelense, prevista para este ano.

Ao ser informado sobre o resultado da pesquisa, um líder da Fatah em Gaza, Samir Al Mashhrawi, disse à Reuters que é cedo para admitir a derrota. O Hamas não comentou a votação.

Fontes do grupo disseram que os dados inicialmente reunidos por seus observadores indicavam a vitória em cinco dos dez municípios e um empate com a Fatah em outros dois. Fontes da Fatah, por sua vez, contestaram o resultado da pesquisa e disseram que o grupo venceu na maioria das cidades.

O comparecimento chegou a 80 por cento do eleitorado. Estavam em jogo 118 vagas de vereador em dez câmaras.

Abbas foi eleito neste mês para suceder o falecido Yasser Arafat. Ele obteve uma vitória esmagadora, mas a eleição foi boicotada por grupos islâmicos que se opõem ao processo de paz com Israel. Esses grupos, segundo as pesquisas, têm apoio de um quarto do eleitorado, graças à sua militância e às atividades beneficentes que realizam, substituindo as inexistentes ações de governo.

– A eleição é nossa forma de nos livrar da corrupção – disse Mohammed Abu Harbeed, simpatizante do Hamas.

O grupo já havia obtido um bom resultado nas eleições municipais da Cisjordânia, no mês passado, e pode se sair ainda melhor em Gaza, onde vivem 1,4 milhão de palestinos, a maioria em situação de pobreza.

Analistas dizem que, ao participar das eleições municipais, o Hamas está demonstrando sua vocação política e manifestando sua vontade de participar do governo. O grupo ainda não decidiu se vai disputar as eleições parlamentares de julho.

A comissão eleitoral palestina deve anunciar o resultado oficial das eleições municipais de Gaza na sexta-feira.