Hamas e Jihad Islâmica garantem fogo cerrado contra Israel

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 16 de junho de 2003 as 19:15, por: cdb

A reunião do primeiro-ministro da Autoridade Nacional Palestina, Mahmmoud Abbas, com facções da resistência palestina terminou sem um compromisso de cessar-fogo. O Hamas e a Jihad Islâmica mantiveram suas posições de atacar os israelenses.

Depois de três horas de conversações, Ismail Abuh Chanab, pertencente ao Hamas, explicou que o grupo quer que Israel termine com a ocupação e insiste em continuar com a resistência.

O responsável pela Jihad, Mohamed al Hindi, afirmou que durante o encontro “não houve propostas de cessar-fogo, mas somente idéias no marco de um diálogo palestino visando a confirmar o direito de resistir à ocupação”.

O premiê palestino queria um plano incluindo um anúncio unilateral de uma trégua de seis meses para facilitar a aplicação da proposta de paz patrocinada pelos Estados Unidos.

A oferta de Abbas não envolveria a detenção nem o desarmamento das facções palestinas. As informações são da edição eletrônica do jornal El Mundo.