Hamas armou emboscada que matou soldado em Hebron

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 11 de março de 2003 as 15:28, por: cdb

O Movimento de Resistência Islâmica (Hamas) assumiu nesta terça-feira, a autoria da emboscada da última segunda-feira em Hebron na qual um soldado israelense morreu e outros três ficaram feridos, informou a rádio israelense.

Em um comunicado, o Hamas afirma que o agressor se chamava Hafez Rachbi, morador da localidade onde o ataque foi cometido.

O sargento Tomer Ron, de 20 anos, foi morto na noite da última segunda-feira numa emboscada a sua patrulha por um ativista palestino, que estaria posicionado em um edifício siuado entre o assentamento de Kiriat Arba e a Majpelá, onde judeus e muçulmanos veneram seu patriarca Abraão.

O edifício, de onde o ativista teria disparado, foi destruído pelo Exército israelense, que encontrou na manhã desta terça-feira o corpo de um palestino entre os escombros. Por enquanto não se sabe se o corpo é de Hafez Rachbi.

As tropas derrubaram duas casas em Hebron e os moradores da região dizem que os combates armados entre palestinos e soldados israelenses continuaram esta manhã, enquanto as escavadeiras destruíam casas no centro histórico de Hebron.

Já são 28 os detidos em Hebron desde o fim de semana passado.